04/02/2022 às 10h38min - Atualizada em 04/02/2022 às 10h38min

Conheça os benefícios da Amora

- Papo Sabor
Chef Fabiana Stein
Foto:divulgação


Nome científico: Morus nigra

A amoreira-negra costuma ser a preferida para o consumo alimentar humano, pelo sabor mais pronunciado de seus frutos que são, também, mais volumosos. Além disso, a amoreira-negra é árvore de características ornamentais pois, apesar de não alcançar muita altura, sua copa de folhas abundantes proporciona boa sombra.
Os ramos dessa variedade são usados popularmente contra a hipertensão; as folhas para diabetes; a raiz é contra a solitária e as frutas contra fraqueza, úlceras e vertigem. A folha da amora-preta também é utilizada para desinfeccionar pulmões e assim aliviar tosses e problemas respiratórios.

Morus é o nome do gênero que descreve as amoreiras, que dependendo da espécie são nativas da Ásia (a maioria), da África ou da América do Norte. São árvores de porte médio que podem atingir 5m de altura.

É uma espécie indispensável para cultivar em um jardim ou pomar, ocupando mesmo pequenos espaços e aceitando bem às podas. Embora a copa seja bastante grande, é comum que alguns meses antes da frutificação a planta perca todas as suas folhas. Isso não é um problema, pois brotarão novas folhas brilhantes e levemente ásperas.

As flores surgirão em seguida, branco-amareladas e pequeninas. Na primavera chegarão os frutos, pendentes, saborosíssimos quando maduros e muito aptos para compor geleias, bolos, caldas, sucos, sorvetes, licores, xaropes, etc.

Na culinária, ainda, os brotos jovens da árvore da amoreira são comestíveis ao serem cozidos.

A coloração das amoras varia de acordo com a espécie e com a maturação, mas todas elas são ricas em vitamina C, água e frutose (açúcar natural das frutas), ácido málico, pectina, vitaminas B1 e B2, betacaroteno, tanino e ácido linoleico.


O chá de amora possui várias vitaminas e antioxidantes que auxiliam na redução de rugas, fortalecem o colágeno, reduzem a hipertensão, auxiliam no tratamento da catarata, além de ajudarem a diminuir a ansiedade e o estresse

As amoreiras também possuem altas propriedades medicinais, que variam de acordo com as partes da planta. As folhas agem como analgésicas, antibacterianas, antipiréticas (poder de abaixar febre), anti-inflamatórias e expectorantes, além de serem excelentes reguladoras hormonais (recomenda-se que mulheres prestes à menopausa tomem diariamente uma xícara de chá de folhas de amoreira).

As bagas são um tônico para o sangue, laxativo, nutritivo e refrigerante. A fruta da amoreira, bem como as folhas e as cascas são anti-helmínticas e a casca é anti-inflamatória, catártica, diurética, expectorante e dilatadora bronquial. Os ramos agem como antiespasmódicos, anti-reumáticos e diuréticos. Popularmente, é feito o gargarejo com o suco de amoras para tratar dores de garganta. Além de todas essas maravilhas das amoreiras, elas ainda são muito atrativas aos pássaros!
 
Seja colhida diretamente do pé ou comprada em supermercado, a amora é uma fruta vermelha bastante utilizada como acompanhamento em diversas receitas, como molhos, tortas, bolos, entre outras. Aqui, ela aparece como protagonista de uma geleia de amora deliciosa e fácil de fazer!


Dica de nossa parceira  e mestre na cozinha Fabiana Stein  
 
Ingredientes:
1,3kg de amoras lavadas
2 maçãs lavadas, sem caroço, cozidas e cortadas em cubos
500mL de água
1 limão (suco)
450g de açúcar (a gosto)
 
Modo de preparo:
 1.Antes de começar a preparar sua geleia de amora, pegue um pano de coar e lave bem em água fervente. Deixe secar.
 2.Em uma panela grande, suficiente para armazenar as frutas e o açúcar, coloque as amoras, maçãs, água e o suco de limão.
 3.Acenda o fogo e deixe ferver por 20 minutos ou até que as frutas estejam macias. Evite mexer para não danificá-las.
 4.Delicadamente, coloque a mistura no pano de coar e deixe pingar em um recipiente durante a noite. Não aperte a geleia para a coloração não ficar turva.
 5.Calcule a quantidade de suco obtido. A cada 2 ½ xícaras, use 450g de açúcar.
 6.Coloque o suco e o açúcar em uma panela e mexa até dissolver. Ferva e cozinhe por 10 a 15 minutos ou até chegar no ponto.
 7.Encha os frascos limpos e esterilizados com o líquido quente. Feche e guarda em um local fresco e escuro.
 
Dica extra: acerte o ponto da geleia de amora
Coloque um pires ou prato pequeno na geladeira por 15 minutos. Retire, despeje uma colher de geleia de amora quente e retorne à geladeira por mais 5 minutos. Tire novamente o recipiente e empurre as bordas da geleia com o dedo. Se estiver a textura ficar enrugada, o ponto está correto. Caso contrário, ferva mais um pouco e faça o teste novamente.

Gostou da dica, compartilhe com quem ama geleias.
 
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://paposabor.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp