02/01/2021 às 20h05min - Atualizada em 02/01/2021 às 20h05min

Quais serão as tendências para a educação em 2021?

O ano de 2020 foi cheio de reviravoltas, pois surgiram situações que nunca imaginamos passar. Todas essas mudanças impactaram diferentes setores, inclusive, o do ensino. Devido a tudo que vivemos, surgiram novas tendências para a educação em 2021. Quer descobrir o que vem pela frente? Acompanhe o artigo que preparamos para você!

Foto: divulgação


O que aprendemos com 2020?

A pandemia do novo Coronavírus fez com que as instituições de ensino aderissem totalmente ao ensino a distância. Esta situação acelerou a implementação de tecnologias no processo de ensino-aprendizagem.

Os primeiros meses foram difíceis para professores e alunos que não estavam acostumados com o EAD. Entretanto, aos poucos, as barreiras foram sendo vencidas, evidenciando as vantagens desta modalidade de ensino.

Esse processo também evidenciou a necessidade de criar novas estratégias, pois o método tradicional já não consegue acompanhar as novas gerações. É neste cenário que surgem novas tendências para a educação!

Tendências para a educação a partir de agora

Pensando em tudo o que aprendemos e vivenciamos no último ano, já deu para perceber que a educação não será mais a mesma, certo?

Por isso, confira algumas tendências para a educação em 2021:

Ensino híbrido

Instituições, especialmente de ensino superior, já ofereciam cursos a distância ou, ao menos, algumas disciplinas EAD na grade curricular das graduações presenciais.

Mas, a partir de agora, a tendência é que essa modalidade de ensino ganhe ainda mais força, se expandindo até às escolas de ensino fundamental e médio. A aposta da vez é o ensino híbrido, que mescla o presencial com atividades à distância.

Ou seja, o digital estará cada vez mais presente no mundo acadêmico e não voltaremos mais a desprezar a tecnologia como um excelente recurso de apoio.

Novas metodologias de ensino

Para acompanhar essa nova realidade, é preciso reinventar as metodologias de ensino. Portanto, estratégias focadas no uso da tecnologia ganharão força, como utilização de recursos gráficos e visuais para apoiar o processo de ensino-aprendizagem.

Vídeos, imagens, atividades interativas e chamadas de vídeo sobre as aulas, por exemplo, são alguns dos recursos que podem ser utilizados.

Foco na autorregulação

Outro aspecto que possivelmente continuará em alta é a autorregulação dos alunos. A ideia é continuar promovendo a autonomia, para que o próprio estudante consiga organizar sua rotina de estudos para aproveitar ao máximo os conteúdos programáticos na graduação — se estendendo até a nível escolar.

Gostou de conhecer as novas tendências para a educação em 2021? Compartilhe com um amigo.
Fonte:  blog da UniAvan.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://paposabor.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp