MENU

06/07/2021 às 12h39min - Atualizada em 06/07/2021 às 12h39min

Japas Cervejaria não vende (apenas) cervejas.

Carlos Felipe Freitas - Papo Sabor


A Japas Cervejaria, marca paulista liderada por mulheres, tem diversificado cada vez mais seus produtos indo muito além das bebidas.

A Japas Cervejaria, marca de cerveja com produção cigana iniciada em São Paulo sempre se destacou por um posicionamento bastante singular seja pela identidade visual sofisticada ou por destacar que todo o conceitual da cervejaria é desenvolvido por mulheres que lideram a marca, algo muito pouco comum dentro do mercado de cerveja.

Mostrando, desde seu nome, que é resultado de descendentes nipo-brasileiras a Japas tem aumentado a complexidade de seu negócio nos últimos anos passando pela experiência de começar a produzir fora do Brasil, a ampliação para produção de bebidas além da cerveja e até produtos fora do universo das bebidas.

Um dos pontos mais interessantes sobre o movimento da cerveja artesanal que tem crescido nas últimas décadas é exatamente que sua repercussão não está calcada exclusivamente no mercado de bebidas, mas sim na criação de uma cultura muito alinhada a temas contemporâneos.

Essa dinâmica, leva a um nível de engajamento do público com pequenos produtores que está para além do sabor de uma cerveja bem produzida, criando uma espécie de atmosfera relacionado ao encontro de pessoas que apreciam uma diversidade de assuntos, incluindo a bebida. Isso possibilita que algumas marcas carreguem este espírito do “faça você mesmo” para outros campos de negócio.
Iniciada em 2014, nos últimos anos a Japas tem investido na diversificação de seu portfólio de produtos. A primeira incursão neste sentido foi ampliação de suas opções de bebidas que passaram a contar com a versão japonesa de um drink chamado Highball que entrou nas opções em lata comercializadas pela marca e possui variações com adição de frutas.
 
Mais recentemente, aproveitando a repercussão de sua marca entre o público, a Japas criou uma outra marca chamada Arigatou que fica responsável pela venda de diversos produtos que carregam o espírito do conceito desenvolvido pela cervejaria. Entre diversos deles estão camisas, gorros pins e abridores de garrafas.

“Com o amadurecimento e crescimento da Japas, identificamos que somos uma lovebrand: temos fãs fiéis que amam nossos conceitos e valores, o que nos levou a produzir mais produtos que não só cerveja para que todos possam também vestir nossa bandeira” comentou Yumi Shimada, uma das sócias fundadoras da Japas.

Foto:divulgação

Alguns dos produtos da Arigatou ny Japas.

Após perceber o potencial de conversar com o público através de outros produtos a Japas decidiu por abrir um novo canal onde pessoas que, gostem de cerveja ou não, possam se identificar com com os valores que elas produzem através de outros produtos
“Com isso, criamos a lojinha Arigatou by Japas. Nela, vendemos online diversos itens como copos, camisetas, bonés, gorros e pins. Num segundo momento, planejamos levar a experiência de compra também para lojas físicas de parceiros.” complementa Yumi sobre a criação da Arigatou.

Cerveja, desde seus primórdios, é uma grande geradora de cultura e cervejarias artesanais são uma espécie de representantes contemporâneas dessa capacidade de juntar pessoas e compartilhar ideias. Por isso, há um potencial de oportunidades de como cervejarias podem se comunicar com seu consumidor de forma criativa.

“Cada coleção é inspirada nos conceitos da marca e também nos produtos que já lançamos. Por exemplo, os drinks enlatados Haiboru têm um copo específico pra ele; a cerveja Kawaii (que é rosa e tem uma framboesa no rótulo) inspirou um pin com a mesma arte e também um boné tipo dad mommy hat cor de rosa… Enfim, nossa imaginação é o limite!” comenta Yumi sobre a capacidade da Japas diversificar produtos.

 
 Heineken cria robô-cooler que transporta cervejas sozinho

Fonte: Catalisy

Heineken cria robô autônomo que interage e segue seu dono transportando cerveja.

A Heineken decidiu dar um toque de modernidade ao tradicionais coolers de verão, usados para consumir bebidas no verão, estação do ano que começou a pouco tempo no hemisfério norte. A marca criou um robô autônomo chamado Heineken BOT – Beer Outdoor Transporter – (transportador autônomo de cerveja, numa tradução livre).

O Heineken BOT pode conter até 12 latas de cerveja, e segue seu dono em quase qualquer lugar e tem uma personalidade “charmosa” desenvolvida com Inteligência Artificial, quer permite ao dispositivo interagir com as pessoas.

O robô parece com um minúsculo equipamento agrícola e sua operação é muito semelhante com o personagem R2-D2 do clássico de ficção científico do cinema Guerra nas Estrelas, que fica a serviço do seu dono e o segue prestando serviços, nesse caso oferecendo cerveja gelada.
A máquina possui quatro rodas pequenas mais duas rodas grandes, sensores, um cérebro que executa IA e capacidade para armazenar uma dúzia de latas além de gelo. O BOT não consegue ultrapassar grandes obstáculos por não possuir pernas, mas já é configurado para não cair em precipícios.

O vídeo promocional (veja logo abaixo) indica que o robô provavelmente aguenta rolar na grama de um parque, mas provavelmente não conseguirá se deslocar em terrenos mais acidentados. Mostra também uma pequena tela e um alto-falante que permite ao robô cumprimentar as pessoas.

Criado pela Heineken para uma ativação da marca no período do verão, transportadores autônomos de cerveja em alguns anos terão campo de atuação dentro do uso pessoal e também nos sistema de entregas comerciais de diversos produtos, incluindo cerveja. Neste último caso os entregadores robôs estarão associados a dispositivos de venda online e em alguns lugares do mundo esses sistemas já se encontram em fases de testes.







 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://paposabor.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp