MENU

12/07/2021 às 18h27min - Atualizada em 12/07/2021 às 18h27min

#movimentocachaçasc fase final e vencedor.

Liz Vargas - Papo Sabor
#movimentodacachaçasc
Foto:Tiago Lima #movimentodacachaçasc


Desde o dia 15 de abril iniciamos um capítulo na história da Coquetelaria Catarinense com Cachaça. Um campeonato on-line para mostrar toda a qualidade da cachaça catarinense, desenvolvimento da categoria bartender e fomentar a cultura para consumo de experiência dos entusiastas.

Recebemos apoios de padrinhos nacionais. E a escolha dos jurados foi também pensando na Região e no engajamento. E na primeira fase recebemos 97 receitas de todo o estado.
 
Na fase seguinte foi selecionado os 17 melhores pontuados pelo júri para representar as 17 cachaçarias patrocinadoras do evento. Cada profissional recebeu duas garrafas e uma missão: produzir um vídeo de 3 minutos e nele transmitir hospitalidade e despertar desejo de consumo. O consumo não só do coquetel como a história da cachaçaria.
 
Eram muitos quesitos para preencher e pontuar. Por conta disso, a organização promoveu treinamentos para desenvolver seus semifinalistas nas esferas do produto cachaça, da performance no digital e suas potencialidades de entrega autêntica.
 
Na fase final os cinco mais pontuados foram para uma votação popular, onde o mais votado, somado às suas notas anteriores dos jurados nos indicou o vencedor do campeonato.
 
Ontem dia 11/07, às 21:30 foi realizado uma live para divulgar o melhor pontuado e compartilhar com todos os desafios e resultados já alcançados pelo movimento.
 
Waka comandou a live com participações de Liz Vargas, a idealizadora do movimento e Tom Oliveira , o já consagrado bartender do estado de Santa Catarina. Para quem acompanhou era notável a emoção dos envolvidos e os relatos de bastidores. As falas carregadas de orgulho e realização ao informar que nos bares os coquetéis que disputavam a final eram muito consumidos e agradam o consumidor final.
 
Enfim, o objetivo do campeonato foi alcançado e todo ecossistema da cadeia foi beneficiado. Produtor, bartender e o cliente que pode degustar um coquetel com cachaça com qualidade.Todo osucesso do movimento contou com o apoio de profissionais do audiovisual, dos donos de restaurantes e dos entusiastas que votaram e divulgaram os trabalhos dos bartenders.
 
Foi bem acirrada a disputa e o vencedor foi o Tiago Lima de Florianópolis que representou a Casa Petro Alambique de Balneário Piçarras com o coquetel “ O Viajante”. Tiago conta que ficou bem apreensivo em representar o produtor mais jovem dos 17, pois é formado em História e torcia para pegar na semifinal uma com bastante tradição. Fora da zona de conforto Tiago não perdeu tempo, foi visitar o Alambique e se impressionou com o acolhimento, estrutura e recente história que tinha para contar na criação do coquetel. Resultado, apostou todas as fichas na vanguarda e seu coquetel e apresentação ganhou o júri técnico e o voto popular.
 
O prêmio pago foi de mil reais, patrocinado pela ACAPAQ  associação catarinense dos produtores de aguardente e cachaça de qualidade.
O júri técnico foi formado por Waka Morishita, Daiane Colla, Tom Oliveira, André Luis Vasconcelos, Jonny Oliveira e Tiago Licastro.
 
O movimento continua e novas ações virão!
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://paposabor.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp