12/01/2022 às 09h17min - Atualizada em 12/01/2022 às 09h17min

Salsinha: o tempero verde que faz bem para o corpo e a mente.

Ana Paula de Oliveira - Papo Sabor
saude.zelas.com.br
Foto:divulgação


A salsinha é uma planta quase indispensável para os cozinheiros amadores e profissionais. Com um sabor marcante e fácil de preparar, a planta está presente em muitas receitas, além de ser muito acessível em relação ao preço. No entanto, poucos sabem dos benefícios da salsinha, que tem poderosos efeitos terapêuticos contra doenças como o câncer, além de prevenir contra a gripe, resfriados e ainda ajudar a emagrecer.
 

Mesmo sem notar, você pode estar consumindo salsinha. O vegetal é ingrediente certo de vinagretes, sopas, molhos, saladas, carnes, etc. E isso é ótimo, pois a salsinha é muito rica em vitaminas e minerais importantes para a saúde do organismo e até para o cabelo. A salsinha apresenta níveis elevados de vitamina K, C, A, ferro, cobre e magnésio, além de óleos essenciais. 
 

Para você ter uma ideia, 100 gramas de salsinha contém mais de 500 mg de vitamina K. Mas não é somente na culinária que a planta pode ser utilizada. Os benefícios da salsinha também podem ser aproveitados no chá de salsa ou salsinha, feito com a erva picada e água em infusão. Desse modo, a bebida tem ação diurética e ajuda o funcionamento dos rins.
 

Neste post, vamos dar mais detalhes sobre os principais benefícios da salsinha e qual é a melhor forma de consumir a planta. 

Os principais benefícios da salsinha
A salsinha é uma planta extremamente acessível nos mercados, feiras e verdureiros. Normalmente, por pouco mais de R$ 1 você consegue comprar um ramo. A hortaliça de origem mediterrânea tem três tipos mais comuns: a lisa, a crespa e a alemã. A lisa tem a característica mais alongada e a crespa é mais grossa nas extremidades. Por outro lado, a diferença mais marcante está na alemã, que tem raiz maior e de coloração branca.

No Brasil, as duas primeiras são mais cultivadas e vendidas. A salsinha é excelente para quem tem interesse em plantar temperos verdes e plantas no quintal de casa ou em vasos nas sacadas de apartamentos. O cultivo ocorre com a semente ou o talo.

Mas vamos voltar a falar dos benefícios da salsinha para a saúde. Confira abaixo uma lista com os principais:

1) Boa para a saúde do cérebro
Para começar, a salsinha é um tempero rico em ácido fólico, ou vitamina B9. Essa substância facilita o funcionamento do cérebro e ajuda no combate a doenças como depressão e ansiedade. Além disso, o ácido fólico faz bem para os cabelos, unhas e pele, além de fortalecer o sistema imunológico.

2) Prevenção da anemia
A salsinha também contém nível elevado de ferro, substância importante para prevenir a anemia. O ferro auxilia no transporte de oxigênio para o sangue.

3) Deixa os ossos mais saudáveis
A vitamina K presente em abundância na salsinha é fundamental para deixar a estrutura dos ossos mais rígida e forte, além de prevenir a perda óssea. A apigenina, substância também presente na salsinha, é outro componente que ajuda na formação e saúde dos ossos.

4) Anti-inflamatória e antibacteriana
A salsinha possui substâncias que previnem a inflamação do corpo, como a apigenina citada acima, e a vitamina C. Outro flavonóide que aparece na salsinha é a quercetina, que favorece o sistema imunológico e cardiovascular. Os óleos essenciais da salsinha também têm ação antibacteriana, principalmente nas que se desenvolvem no aparelho respiratório. 

5) Auxilia na digestão
Inserir salsinha nas receitas também ajuda o corpo a fazer uma boa digestão dos alimentos, prevenindo cólicas e flatulências. Isso se deve à riqueza de fibras presente na erva. Além disso, a salsinha tem substâncias laxativas e diuréticas. 

6) O fígado agradece
Um órgão que é muito favorecido pelo consumo de salsinha é o fígado, principalmente por diabéticos. A explicação é que a erva ajuda na redução de glicose no sangue. Porém, é uma espécie de tratamento complementar e deve ser informado ao médico.

7) Contra olheiras e espinhas
A presença das vitaminas C e K na salsinha, por serem agentes antioxidantes, previnem o aparecimento de olheiras. Isso porque a pele fica mais elástica e saudável. A salsinha também atua no combate à acne, por causa da ação do eugenol, um óleo essencial antisséptico. Esse óleo atua contra infecções e micro-organismos no corpo.

8) Previne o câncer
Outra substância rica na salsinha é o carnosol, que age de forma benéfica contra alguns tipos de câncer como o de próstata, colo do útero, mama e de pele. O carnosol é componente certo de dietas mediterrâneas.

Um santo remédio para o coração
Um dos benefícios da salsinha muito relevantes é a proteção ao funcionamento de um dos órgãos mais importantes do corpo: o coração. Para você ter uma ideia, a salsinha utilizada como tempero tem o poder de substituir ou limitar o uso de sal para dar sabor à comida. Com isso, previne-se o excesso de sal no organismo, que pode causar doenças cardiovasculares como a hipertensão.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo de até 5 gramas de sal por dia para prevenir a pressão alta. Desse modo, a salsinha pode ser uma grande aliada para atingir essa marca e reduzir os índices de pressão alta e outras complicações no coração. 

Dá para emagrecer com a salsinha?
Além de tudo isso, entre os benefícios da salsinha, a ajuda no emagrecimento também é um deles. Na verdade, a salsinha não tem efeito direto na queima de gordura no corpo ou melhora no metabolismo basal. Mas pode atuar de forma complementar ao processo de emagrecimento, pois ajuda a ter uma alimentação mais saudável. A salsinha ajuda, por exemplo, na eliminação de líquidos.

Além disso, como listamos anteriormente, vários benefícios da salsinha têm correlação com emagrecimento, como a melhora na digestão, por exemplo. A planta estimula a liberação de enzimas no estômago para melhorar o funcionamento do órgão e controlar o apetite. 

O chá de salsa e a salsinha com limão
A salsinha é consumida principalmente como tempero em alimentos. No entanto, o chá de salsa é bastante agradável e tem as mesmas propriedades terapêuticas. Com a erva picada e água em infusão, pode ser feito apenas com as folhas ou também com as raízes da hortaliça. Para você ter uma ideia, uma colher de sopa de salsinha tem aproximadamente 1,8 kcal, o que é um nível muito baixo de calorias. Na forma coada, praticamente não tem calorias.

Para dietas de emagrecimento, a indicação é consumir quatro copos de chá de salsinha (250 ml cada) por dia. Um deles em jejum, ao acordar, para ajudar o funcionamento dos rins e eliminar líquidos. Se você preferir, para ajudar no sabor, pode acrescentar ao chá gotas de limão para ficar perfeito.

Quando não consumir a salsinha
A ingestão de salsinha é seguro na maioria dos casos entre adultos. Pode haver alguns episódios raros de reações alérgicas na pele. No entanto, deve-se evitar o consumo excessivo, que pode causar anemia e problemas no fígado e rins. Grávidas e lactantes também não devem consumir a planta. 


Benefícios da salsinha: verde e saudável!
Agora que você já conhece as principais informações sobre os benefícios da salsinha, que tal conferir como ter uma alimentação mais saudável?

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://paposabor.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale conosco pelo Whatsapp